Bullying na escola

 Em Artigos, Notícias

”Abre a tua boca em favor dos que não podem se defender; sê o protetor dos direitos de todos os desamparados!” Pv 31:8

É neste texto que baseamos nossas ações e treinamentos contra as situações de bullying no ambiente escolar, que infelizmente é o local de maior ocorrência, entendendo o nosso papel enquanto educadores de proteger os nossos alunos de toda e qualquer situação que, direta ou indiretamente, possa afetar a sua saúde e bem-estar.

O que é o bullying

O bullying dentro das escolas sempre existiu, mas a diferença é que nos últimos tempos ele começou a ser visto como o problema grave que é. Ele se caracteriza como um conjunto de violências que, tais como agressões verbais, físicas e psicológicas, humilham, traumatizam e intimidam a vítima. O bully (pessoa que pratica o bullying) pode agir de forma individual e isolada ou até mesmo em grupo.

Consequências na vida da vítima

Nenhum resultado positivo pode surgir de uma situação como essa, e para a vítima as consequências podem variar bastante, desde as que surgem mais de imediato, como o isolamento social, a queda do rendimento escolar e da autoestima, quadros de depressão, autoflagelação e estresse, até as que podem desencadear apenas no futuro, como a dificuldade nas relações pessoais e desempenho profissional, e a propensão a vícios.

Como combater

A melhor forma de combate ao bullying é o diálogo e a conscientização. É muito importante que a família e a escola caminhem juntas neste sentido, sempre alertando os pais, alunos, professores e funcionários sobre os perigos que este tipo de situação proporciona para os alunos.

Nós enquanto instituição de ensino entendemos a nossa responsabilidade sobre a vida dos nossos alunos, e buscamos fazer um forte trabalho de conscientização com toda a nossa equipe, para que nenhuma situação passe despercebida, e nenhum aluno se sinta desconfortável e/ou agredido (psicológica e fisicamente) em nosso meio.
Nosso apelo aos pais é para que conversem com seus filhos sobre este assunto, e procurem saber se eles, ou pessoas próximas deles, têm sofrido algum tipo de bullying dentro do ambiente escolar, para que nenhuma situação desse tipo fuja dos nossos olhos.

Aqui na Escola Grace nós acreditamos que é possível, sim, combater o bullying e restaurar a convivência baseada no amor que Jesus nos ensinou!

“Ame o seu próximo como a si mesmo.” Mateus 22:39

 

Eliziane Rinaldi – Psicóloga escolar

Posts recentes

Deixe um comentário

Proteção de abuso